domingo, 2 de agosto de 2009 | Autor:

Tivemos, ontem à noite, o lançamento no Rio de Janeiro do livro Viagens à Índia dos yôgis, com grande participação de público. Nossos lançamentos, ao contrário dos da maioria dos autores, é um show, um espetáculo. Tivemos um simpático coquetel (obviamente, sem álcool), seguido de demonstração de várias coreografias de instrutores e de alunos. Depois, uma palestra sobre a Índia. No final, noite de autógrafos com alunos, parentes e amigos das diversas escolas do Rio. 

Pelo que temos sentido, este livro vai fazer mais sucesso do que era previsto. Será o poder do apelo do nome Índia, ou será a força da novela da Globo?

Nossos agradecimentos aos instrutores que divulgaram e trouxeram seus alunos. Mas especialmente, nosso agradecimento à organizadora do evento, Profa. Vanessa de Holanda, que também posou para a capa, em frente a um templo da cidade de Khajuraho, na Índia.

Leia mais »

terça-feira, 7 de julho de 2009 | Autor:

Parabéns pela grande festa de inauguração da nova unidade do Flávio Moreira, a Unidade Paes de Barros, no bairro da Mooca. Ou será Moóca (com acento)? Eu estou apostando na segunda opção. [Perdi a aposta. Bem, não se pode ganhar todas. Ainda bem que apostei comigo mesmo…]

Soube que foi lindo, com centenas de pessoas, coreografias de tirar o fôlego, muita alegria, pessoas importantes e gente bonita (que é uma grata característica do Flávio – que Shiva o preserve assim!).

Precisamos melhorar a colocação do logo do YôgaPress, pois sobre fundo escuro só se lê Press. Foi por causa dessas distrações que terminamos por desistir do logo Uni-Yôga e passamos a solicitar que as unidades não o utilizassem mais (só as Federações, o Conselho e a própria Uni-Yôga).

Veja que equipe mais linda! E compreenda porque me orgulho tanto dos nossos instrutores. Eles são a minha família, que me compreende e me faz feliz!

segunda-feira, 15 de junho de 2009 | Autor:

Normalmente, nós costumamos só visitar a página atual, mais recente, nos blogs e outros acessos que fazemos no Google etc. Porém, no caso deste blog – por ser de uma Cultura estável, milenar, de valores quase imutáveis, vale a pena dispor de algum tempo para ler e compartilhar as boas mensagens, artigos, pensamentos, experiências, músicas, vídeos, entrevistas, links, coreografias e todo um tesouro de comentários que os companheiros de filosofia deixaram nas páginas anteriores.

E, não se esqueça, divulgue este blog para todos os seus pares, amigos, desamigos, conhecidos, desconhecidos, parentes, clientes, alunos, monitores e monitorados.

Internautas de carteirinha, insiram a divulgação deste blog em todos os nichos e meandros da blogosfera e onde mais couber. Precisamos fazer com que as pessoas saibam como nós somos de fato. Sabemos, por experiência própria de meio século de ensino, que se as pessoas nos conhecerem melhor elas sempre gostam de nós e de nossas propostas (algo como 99,999%).

Quase sempre quem não gosta de nós é aquele que não nos conhece pessoalmente nem leu nossos livros, portanto, não tem a mínima idéia de quem somos nós, a não ser pelo que eventualmente tiver escutado de algum concorrente comercial receoso de perder clientes para nós.

No entanto, eu já disse isto na minha biografia Quando é Preciso Ser Forte :

“Por que indicamos gratuitamente no nosso site os endereços de centenas de instrutores de outras linhas de Yôga e de Yóga que não fazem parte da Uni-Yôga? Bem, nós temos um acordo tácito com muitos deles e que consiste no seguinte: uma vez que nós não trabalhamos com o foco nos benefícios, quando somos procurados por interessados em terapias, em Yôga para gestantes, para crianças, para a terceira idade ou em misticismo, nós indicamos profissionais dos outros tipos de Yôga que se dediquem a essas especialidades. Só em São Paulo contabilizamos cerca de duas mil visitas e telefonemas por mês. Em um ano são 24.000 interessados. Como nem todos os que procuram as nossas escolas adaptam-se bem às exigências do nosso Método, gentilmente indicamos a esses as outras modalidades de Yôga e de Yóga. Com isso estamos mantendo muitas delas e preservando a existência da diversidade de opções, pois não é nosso objetivo SwáSthya ocupar todos os espaços e não existirem mais os inúmeros ramos de Yôga. Evidentemente, observamos a ética da reciprocidade. Não enviamos alunos para os que nos atacam e caluniam, porquanto isso não seria justo.”

Então, divulgamos a “concorrência”?

Instrutores das outras modalidades de Yôga não são os nossos concorrentes, já que trabalhamos com outra coisa e lidamos com outro público. Nossos concorrentes são os cursos de línguas, os campos de golfe, as quadras de squash, os clubes de pólo e de equitação, os cruzeiros marítimos, as escaladas às montanhas do Nepal, atividades essas cujo tempo tem que ser dividido com a frequência nas nossas escolas.

Atualmente tenho muitos amigos que lecionam várias linhas de Yôga e de Yóga e sinto que nossos laços de amizade estão se fortalecendo com o tempo. Isso me faz muito feliz, pois no passado quando um instrutor lecionava um tipo de Yôga achava que deveria ser inimigo de todos os demais. Era uma atitude lamentável que inclusive comprometia a boa imagem do próprio profissional que agia dessa forma.

Quantos e quantos alunos eu ganhei porque ouviram fulano ou sicrano falando mal de mim e acharam aquele comportamento tão feio que abandonaram o instrutor maledicente. (Bem feito!) Depois, por curiosidade, eles vinham conferir se eu era tudo aquilo que o outro futricara. Imediatamente constatavam que aquela atitude não passava de inveja e dor-de-cotovelo. A maioria dos alunos que ganhei dessa forma permanece comigo, fiel, até hoje.

O que importa é que essas coisas tendem a acabar e que cada vez mais os instrutores e instituições de outras vertentes estão me convidando para dar palestras e cursos em suas sedes, escrevem-me, visitam-me, convidam-me para visitar suas escolas. Que bom! Pensei que não fosse viver para ver isso.

 

 

 

Leia mais »

domingo, 15 de fevereiro de 2009 | Autor:

 

Carla Mader
carla.mader@uni-yoga.org | 201.43.134.206

Mestre,
Que dia! Foi o melhor! Estava tudo perfeito, organizadíssimo, pontual, lindo, arrumado, cheio de alegrias e surpresas agradáveis!
O que eram aquelas coreografias? A Yael é praticamente um mito, linda!
Que alegria inexplicável poder participar deste dia e comemorá-lo ao seu lado. A sua Fê fada, nossa madrinha tão querida, com os olhos brilhando de amor e orgulho.
Se eu conseguisse fazer o tempo parar…estaria lá com voces até agora. Tive que sair correndo pois ainda voltamos para o interior e depois seguimos com toda a energia e disposição para o casamento de uma aluna da Unidade Itu.
Mas o que quero deixar aqui registrada é minha alegria e satisfação por poder participar desse dia tão especial ao lado de vocês! Foi o melhor aniversário que já tive! Amo vcs!

Dalila
dalila.augusto@gmail.com | 85.243.49.216

Olá querido Mestre :)
Eu estive em Gondomar a participar do mega ashtánga sádhana ministrado por si. Foi maravilhoso mesmo…muita emoção e uma energia fora do comum.
Nestes momentos conseguimos sentir a força e o poder da egrégora mais do que nunca.
Fiquei muito comovida ao ver o brilho no seu olhar quando iniciou o Hino da Uni-Yôga.
Obrigada de coração… afinal quem está de parabéns é o Mestre e nós é que fomos presenteados.
Muitos Beijinhos :)

Zélia Couto e Santos
http://www.yogaweb.com.pt | m.zelia@netcabo.pt | 213.22.172.164

Querido Mestre, são 3 da tarde em Lisboa. Espero que o Mestre, a esta hora, ainda esteja a descansar da correria do dia de ontem (e dos dias anteriores).
Estivemos quase 300 pessoas em Gondomar a assistir e a fazer a sua aula. Que emoção! Não tenho palavras para descrever o prazer que me deu fazer o ashtánga sádhana ministrado por si.
Espero que em Sampa tenham ouvido as nossas manifestações de alegria por estarmos em directo com a egrégora e consigo.
Só posso dizer que foi lindo! Os nossos alunos adoraram e sentiram, ainda mais, o quanto é bom pertencer a esta tão fantástica família.
A organização de ambos os lados do oceano foi excelente! Os nosso demonstradores de coreografia, mais uma vez, deixaram o público de boca aberta e, pelo seu exemplo, incentivaram os mais novos a quererem ser como eles :)
E, para terminar, só quero testemunhar a minha emoção de ver a sua emoção e o brilho no seu olhar quando o evento iniciou com o Hino da Uni-Yôga. Só falta mesmo a bandeira!
E, estivemos mesmo todos juntos, ombro a ombro, de mãos dadas em União.
SwáSthya, será sempre a nossa batalha na saga da Uni-Yôga.
Com muito amor, carinho e o eterno obrigada da fieldiscípula
Zélia

Sara Garcia
sara.garcia@uni-yoga.org | 89.152.154.88

Querido Mestre, hoje de manhã vim logo ao blog ver se já havia um post sobre o sádhana de ontem, mas esqueço-me que a essa hora ainda é madrugada aí :)
Estava cheia de vontade de dizer a si e a todos quão feliz e orgulhosa estou. Os motivos são muitos: a beleza da união de cerca de 800 pessoas a praticar juntas, união essa que, conseguimos provar, não é quebrada por um oceano, nem por alguma interrupção na transmissão, a emoção que foi quando o Mestre ouviu os aplausos dos portugueses pela coluna de som, a emoção que senti quando ouvimos o hino, a emoção de subir ao palco para demonstrar coreografia num momento destes, e ficar no palco a demonstrar as técnicas do sádhana, tendo o prazer de ver mais de 200 pessoas com os olhos brilhantes a praticar – e elas nem estavam a olhar para mim, estavam com o olhar elevado em direcção ao Mestre, sorvendo os seus ensinamentos. Filigranas nas suas palavras que me fizeram aprender mais, para ensinar melhor. Ver-vos a todos deu-me também uma enorme saudade, e relembrou-me do Fest-Yôga de São Paulo de 2007 – experiência inesquecível, onde conhecemos tanta gente e fomos tão bem recebidos e mimados, guiados pela mão da nossa querida Renata, que teria adorado o dia de ontem também e que esteve nos meus pensamentos. Espero viajar até aí outra vez em breve! Aproveito para mandar um super beijo e abraço à Fê, minha linda monitora, que ainda vimos ontem pela câmara!! Saudades! Estaremos todos juntos já, já em Abril, em Lisboa. Parabéns à Organização, e um abraço com respeito, humildade e carinho a si, Mestre querido. Foi muito bom :)

Leia mais »

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009 | Autor:

Zélia Couto e Santos
http://www.yogaweb.com.pt | m.zelia@netcabo.pt | 83.132.192.137

Mestre, não sei se dá para colocar isto no blog, mas aqui vai o calendário das actividades do Dia do Yôga para Portugal. Beijinho doce.

No dia 18 de Fevereiro celebra-se o Dia do Yôga. Data emblemática para esta filosofia de vida, pois coincide com o dia do nascimento de dois grandes Mestres – Rámakrishna em 1836 e DeRose em 1944.

Esta data está oficialmente instituída em vários estados brasileiros e homenageia publicamente a obra de uma personalidade tão carismática e importante na nossa sociedade actual, o Mestre DeRose.

Em Portugal, as entidades organizadoras são a Federação de Yôga do Norte de Portugal (FYNP) e a Federação de Yôga do Sul e Ilhas de Portugal (FYSIP).

Tal acção estende-se de Norte a Sul do País, possuindo também um cariz filantrópico, dado que haverá uma contribuição alimentar, através de doações de alimentos não perecíveis, para a Associação Abraço.

CALENDÁRIO DAS FESTIVIDADES DO DIA DO YÔGA

14 Fevereiro | Sábado
Multiusos de Gondomar, na Sala de Ouro

16h00 – Recepção dos participantes com entrega de um certificado de participação e recolha de alimentos não perecíveis para a Abraço;
16h30 – Apresentação de coreografias do Método DeRose, com demonstradores nacionais e internacionais;
17h00 – Mega Aula de Yôga (Ashtánga Sádhana) para 300 pessoas.

20 Fevereiro | Sexta-feira
FNAC de Cascais

21h00 – Apresentação de coreografias do Método DeRose, com demonstradores nacionais e internacionais;
21h30 – Palestra: “Autoconhecimento, uma ferramenta para gerir o stress” com o Prof. António Pereira, Presidente da FYSIP.

21 Fevereiro | Sábado
Faro

22h00 – Clean Party no Suigeneris (restaurante/bar/discoteca).

Estão todos convidados!!!

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009 | Autor:

Você vai ficar fascinado, apaixonado e bem orgulhoso ao abrir os links de entrevistas, de coreografias e para os sites dos nossos companheiros de todo o Brasil, Argentina, Chile, Portugal, Espanha, Itália, Alemanha, França, Inglaterra, Escócia, Polônia, Austrália, Havaí, Estados Unidos e outros países. Leia mais »